...

Divisão de treino - Parte 2

hoje o papo é com os homens. Como todos nos sabemos segunda feira e dia internacional do supino reto nas academias rs.. para eles e para elas quádriceps. E como vocês estão treinando? Vou falar um pouco de como podemos trabalhar peitoral e suas possibilidades.




Como nos sabemos o treino de peito da grande maioria é nessa sequencia, supino reto, supino inclinado, supino declinado, crucifixo , e cross over quem nunca achou que isso era uma lei a ser seguida que atire a primeira pedra, mas nem é uma verdade absoluta.

Percebemos que nas academias em geral os profissionais e os alunos ja ( os fodões que são phd em treinos) fazem isso, mas primeiro precisamos analisar outras cosias antes de prescrever.

Vamos primeiro entender o peitoral.

O peitoral maior é um músculo em forma de leque que possui duas seções, ou cabeças. A cabeça clavicular superior tem origem na clavícula, e a cabeça esternal inferior tem origem no esterno (osso do peito).

As duas cabeças avançam em uma direção externa por meio da parede torácica, fundindo-se em um único tendão que se insere no úmero, o osso do braço.

À medida que o músculos se insere, o tendão sofre torção, de tal modo que a cabeça superior se prende em um ponto abaixo da cabeça inferior.

Quando o músculo peitoral se contrai, ocorre movimento na articulação do ombro.

O peitoral maior promove adução, flexão e rotação interna do braço, e, dessa forma, movimenta o braço para a frente e transversalmente ao tórax durante os movimentos como flexão ou extensão no solo ou de “abraço de urso”.

Embora o músculo exiba apenas duas divisões anatômicas, funcionalmente pode-se considerar que tenha três seções (superior, média e inferior), dependendo do ângulo de movimentação do braço.

Com a mudança de posição-da-articulação do ombro, certas fibras do músculo peitoral ficam em melhor vantagem mecânica para a criação de movimento.

Outras fibras do músculo do peito ainda continuam ativas, mas não são capazes de contrair-se tanto, por causa do posição do ombro.

Portanto eu gosto de trabalhar com algumas pessoas da seguinte forma:

- A grande maioria das pessoas tem deficiência em peitoral superior, então damos enfase neste a grande maioria do treino;

- Não ficamos presos a maquinas, ou barras, o que tem para trabalhar nos trabalhamos; damos enfase a porção a ser trabalhada e não a maquina. 

- Se a maquina esta sendo usada você para o treino para papear? ERRADO, saiba o que esta trabalhando e adapte;

- Uma analise e feita para ver qual fase vamos trabalhar peito e tríceps? pode fazer esta correto;

- Peito e Ombro lateral e frontal? é o que eu mais gosto de trabalhar, e em dia isolado trabalhar ombro sozinho completo, e no treino de dorsal trabalhar posterior de ombro, outro músculo esquecido por muitos. 

Gosto de frisar que as pessoas trabalham muito por igual todos os músculos e esta ai o grande erro, devemos analisar e prescrever em cima das deficiências de cada um .

Outro detalhe são pessoas com bíceps desenvolvido demasiadamente e tríceps não, assim como treinar demais quadríceps e não focar nos posteriores de coxa, mas ai já entra outra postagem.

Não existe o certo e o errado, existe o que é bom pra você e o que não é.

Bons treino , espero ter deixado mais duvidas em vocês justamente para continuar essa saga, vamos pensar para treinar e para prescrever. 



Escrito por Gabriel Baú

... ...


Redes Sociais

... ... ...

NewsLetter

Quer ficar por dentro de tudo o que acontece aqui? Assine nossa Newsletter.


Agência LevelX - Marketing Digital, Inbound Marketing, Desenvolvimento de Websites e Aplicativos para Iphones, Ipads e Androids