​CONDROMALACIA E DESEQUILÍBRIOS MUSCULARES

​CONDROMALACIA E DESEQUILÍBRIOS MUSCULARES
Publicado em: 04 de março de 2017 nas categorias Artigos
​CONDROMALACIA E DESEQUILÍBRIOS MUSCULARES

CONDROMALACIA E DESEQUILÍBRIOS MUSCULARES


Os exercícios de fortalecimento talvez sejam a orientação mais importante na maior parte dos casos de condromalacia.
Eu tenho este problema devido a um desvio no meu quadril.

Diversos exercícios podem ser orientados de acordo com os déficits musculares, como exercícios para fortalecimento da musculatura do tronco e do quadril, glúteos, isquiotibiais (posterior de coxa), músculos adutores e outros.

O fortalecimento do quadríceps também é muito importante. Pode ser enfatizado o trabalho do músculo vasto medial. Os cuidados com a compressão excessiva da patela são essenciais para proteger a cartilagem. Por isso existem amplitudes de movimento a serem respeitadas.

Salienta-se, porém, que cada caso é um caso e outros músculos poderiam ter de ser enfatizados visando um controle corporal mais adequado visando-se diminuir a sobrecarga na patela. Um exemplo seria o fortalecimento da musculatura do pé, incluindo flexores dos dedos e musculatura intrínseca do pé visando o controle da pronação do tornozelo.

Outro aspecto importante é que, não é porque certos músculos costumam ser enfatizados que devemos esquecer a importância do equilíbrio muscular do corpo inteiro. Fortalecer somente o músculo quadríceps e esquecermos dos músculos ísquiotibiais pode colaborar com o desenvolvimento de um importante desequilíbrio muscular, que pode inclusive favorecer uma sobrecarga de Ligamento Cruzado Anterior (LCA), possivelmente contribuindo para uma ruptura. Portanto, o equilíbrio muscular adequado continua sendo fundamental para a saúde do indivíduo, tenha ele condromalacia ou não.

Cada caso é um caso, devemos trabalhar em equipe, com seu medico ortopedista, fisioterapeuta e educador físico. A união faz a força, ética acima de tudo!

Comenta aí!